Kurt Cobain na KAOS-FM (25 de Setembro de 1990)

Kurt Cobain na KAOS-FM (25 de Setembro de 1990)

No dia 25 de setembro de 1990, Kurt Cobain saia de Aberdeen com destino a Olympia para mostrar algumas de suas novas canções à Calvin Johnson e aos ouvintes da rádio KAOS-FM. Confira:

KAOS-FM

A KAOS-FM foi fundada por Dean Katz, do The Evergreen State College. Quando ele viajou para Seattle para solicitar a licença de estação, os documentos oficiais mostravam a estação de rádio como KESC (para o “Evergreen State College”). No entanto, sem o conhecimento de seu conselheiro e quase todos os outros, Katz tinha outras ideias. Fã do programa de TV Get Smart (Agente 86 no Brasil), Dean voltou com uma licença concedida sob o nome KAOS, inspirado na organização criminosa K.A.O.S. do programa de TV. As transmissões começaram em 1º de janeiro de 1973.

logo kaos fm

“A missão da KAOS-FM é apresentar vozes sub-representadas na grande mídia. Isso inclui programas de notícias nativos americanos, femininos, hispânicos, alternativos e música independente. Atualmente, a KAOS-FM transmite diversos programas de relações públicas sindicalizados, como o Democracy Now!, de Amy Goodman, bem como programas de assuntos públicos originais, produzidos localmente, como o Free & Fair and Parallel University. Uma grande variedade de músicas é tocada, incluindo world music, jazz, blues, metal, folk, experimental, garage, psicodélico, eletrônico, surf, country alternativo, comédia, indie pop, prog, free jazz, indie rock, bluegrass, dance, dub, reggae, música hip hop, música latina tradicional e contemporânea, roots rock, R & B e muito mais.”

A KAOS-FM é uma instituição universitária sem fins lucrativos, que convida a comunidade para participar! A estação transmite em 89,3 FM a 1100 watts, 24 horas por dia, 365 dias por ano. Sua área de abrangência inclui Olympia/Lacey/Tumwater, Thurston County, Shelton, Mason County e partes dos condados de Lewis, Pierce e Kitsap. A KAOS-FM é licenciada para o The Evergreen State College, a inovadora faculdade de Washington, aclamada nacionalmente por seus estudos interdisciplinares em artes liberais e ciências.

A estação é membro da National Federation of Community Broadcasters, Washington Public Broadcasting Association, Washington State Association of Broadcasters, Pacifica Radio Network Public Radio International. A estação tem sido um dos pilares da cena musical local de Olympia.

Calvin Johnson – Boy Meets Girl

Guitarrista, vocalista, compositor, produtor musical e DJ, Calvin Johnson também é conhecido por sua inconfundível voz grave. Mais do que isso, ele é um dos membros fundadores das bandas Cool Rays, Beat Happening, The Go Team, Dub Narcotic Sound System e The Halo Benders. Johnson também é o fundador e dono do selo independente K-Records. Figura eminente na cena musical de Olympia, ele foi um dos organizadores da International Pop Underground Convention.

calvin-johnson

Calvin se voltou para à cultura underground em 1977 quando se tornou voluntário na KAOS-FM, isso com quinze anos. Calvin começou a escrever para fanzines como o Sub Pop (que mais tarde se tornaria a Sub Pop Records) e Op. Ele também organizava eventos de cinema e música. Estudante do The Evergreen State College de Olympia, ele fez lá suas primeiras gravações com a banda Cool Rays, junto de Steve Fisk em 1981. Calvin fundou a K-Records no verão de 1982. No mesmo ano ele formou o Beat Happening com seus colegas de faculdade Heather Lewis e Bret Lunsford. A banda foi uma das pioneiras dos movimentos indie rock e lo-fi dos Estados Unidos.

Em 1990 Calvin Johnson apresentava um programa na KAOS-FM chamado Boy Meets Girl. O formato do programa era Quatro Musicas + Entrevista + Quatro Musicas + Entrevista.

Kurt Cobain na KAOS-FM

No dia 25 de setembro de 1990, Kurt Cobain ligou para Johnson, com quem já tinha uma amizade na época (e também muita admiração) e pediu para tocar algumas musicas no programa Boy Meets Girl. Johnson concordou e Kurt, que estava em Aberdeen, dirigiu até Olympia para tocar na rádio KAOS-FM.

Antes disso, naquela tarde do dia 25, Kurt e Krist fizeram um teste com Dave Grohl. O ensaio/teste aconteceu no The Dutchman, em Seattle, sem o conhecimento de Dan Peters. Foi na sessão da KAOS-FM que Kurt revelou quem seria o próximo baterista do Nirvana. Ele disse também que ainda não havia nem mesmo avisado Bruce Pavitt (co-fundador do Sub Pop). Mas ele também não havia avisado o “atual baterista”, Dan Peters (leia mais aqui). Sobre Dave, Kurt disse:

“Ele é um ‘bebê Dale Crover’. O nome dele é Dave Grohl e ele toca quase tão bem quanto Dale. Com alguns anos de prática, ele pode até ganhar dinheiro com isso”

“Opinion”

Os registros de “Opinion”, “Lithium”, “Dumb” e “Been a Son”, junto de uma pequena conversa entre Kurt e o apresentador são conhecidos. “Polly” e “D-7” (tocada em dueto – Cobain + Johnson) nunca foram divulgadas, assim como as outras duas musicas que Kurt teria tocado. De acordo com “conhecedores de Nirvana”, a fita completa está em posse da KAOS-FM, mas eles negam sua existência. Assim, o primeiro registro de “D-7”, um cover dos Wipers está “perdido” até o momento.

Abaixo você pode ouvir uma pequena conversa de Kurt com Calvin Johnson, seguida de “Opinion”. Kurt teria escrito essa “critica irritada” contra uma mídia sensacionalista na mesma noite em que a apresentou ao vivo na KAOS-FM logo, esse é o primeiro registro da musica. Uma versão elétrica da musica também foi gravada posteriormente pelo Nirvana, de acordo com o ex-funcionário da Geffen, Jim Griffin, mas ela nunca foi divulgada.

“Lithium”

“Lithium” foi escrita em 1990. O primeiro registro de estúdio é datado do dia 20 de Março daquele ano, no estúdio de TV do The Evergreen State College, em Olympia, WA. Parte da letra teria sido inspirada na família Reed. A casa do amigo Jesse Reed foi um dos muitos lares de Kurt. Os pais de Jesse, Etherl e Dave Reed, diziam ter “nascido de novo” cristãos, e o “Light my candles in a daze – Cause I’ve found god” teria sido inspirado neles. Mas o próprio Kurt encontrou Deus enquanto morou com os Reed.

No ano de 1984, ele começou a frequentar regulamente a missa de domingo na igreja batista Central Park e até chegou a comparecer ás reuniões do grupo de jovens cristão nas noites de quarta-feira. Mas isso já é uma outra história.

“Dumb” e “Been A Son”

Kurt pretendia usar esta sessão como uma “vitrine para materiais novos”. De fato, “Dumb” teve sua estreia nessa sessão. A música foi escrita no verão de 1990, pouco antes de o Nirvana assinar com a Geffen. Em seus diários, Kurt cogitou o nome “I Think Im Dumb” quando ela ainda era uma letra “not finished” (como ele escreveu ao lado), enquanto em bootlegs ela já apareceu com os nomes “Ain’t Over”, “Just Happy” e até mesmo “Come As You Are”.

A musica que segue “Dumb” na apresentação da KAOS-FM é “Been A Son”, escrita por Kurt e Krist Novoselic em 1989. A letra é possivelmente sobre o pai de Kurt, Don Cobain, querendo um filho macho “típico”, praticante de esportes e outras atividades mais “masculinas” que artísticas.

"Boddah"

Fã de Nirvana desde a primeira vez que o peso de "Bleach" entrou por meus ouvidos. Antes de tudo, um curioso insaciável. Pesquiso para aprender, escrevo para compartilhar o que aprendi."A curiosidade matou o gato, mas a satisfação o trouxe de volta!"
Fechar Menu