Nirvana na Northern Lights – 14 de Outubro de 1991

Nirvana na Northern Lights – 14 de Outubro de 1991

No dia 14 de outubro de 1991 acontecia a apresentação do Nirvana na Northern Lights de Minneapolis, estado do Minnesota. Eles já haviam tocado na cidade em 06 de julho e 28 de setembro de 1989, no Uptown Bar e em 09 de abril de 1990, no 7th Street Entry. Confira abaixo o primeiro compromisso da banda em Minneapolis no ano de 1991:

Nirvana na Northern Lights

Antes do show no First Avenue Club na noite de 14 de outubro de 1991, o Nirvana fez uma apresentação na loja de discos Northern Lights. A Northern Lights ficava na mesma quadra do First Avenue Club, no nº 700 da Hennepin Avenue, esquina com a 7th Street, ao lado do Pantages Theatre, no centro de Minneapolis. A Northern Lights tinha três ou quatro lojas na cidade na época e reservou uma delas para a banda divulgar Nevermind.
Antes da Northern Lights, outra loja de discos funcionava no mesmo local, era a Harpo’s Hot Licks. A Northern Lights fechou as portas em 1995 e no mesmo local foi aberta mais uma loja de discos, a Music City. Atualmente no endereço funciona o Seven Steakhouse Sushi & Rooftop.

Nirvana na Northern Lights - local

A apresentação do Nirvana na Northern Lights era “full-band” (banda completa), ou quase isso. Dave Grohl tinha a sua disposição somente uma caixa, bumbo e chimbal. No show duas noites antes, no Cabaret Metro, a banda havia destruído a bateria de Grohl na esperança que o tour manager, Monty Lee Wilkes, comprasse uma nova. Coisa que até aquela tarde ainda não havia acontecido. Kurt usou um violão ao invés de guitarra, dando um ar mais “unplugged” ao show. Esse primeiro compromisso do Nirvana na Northern Lights durou cerca de meia hora. A banda tocou um setlist de sete musicas. Foram elas; “Where Did You Sleep Last Night”, “Dumb”, “About A Girl”, “Jesus Wants Me For A Sunbeam”, “Been A Son”, “Something In The Way” e “Negative Creep”.

Kurt Cobain já inicia com uma versão “berrada” do cover “Where Did You Sleep Last Night”, de Leadbelly. A banda segue com uma execução bem agradável de “Dumb”. Na sequencia “About A Girl” é tocada, ignorando o pedido de alguém da platéia que queria ouvir “Negative Creep”. Antes de seguirem com “Jesus Wants Me For A Sunbeam”, eles fazem um “intervalo de compras”. Dave Grohl diz ao publico para irem comprar alguma coisa da loja. Nesse breve intervalo Kurt pede para que Krist conte alguma história, entretenha-os. Krist fala sobre o baterista do Led Zeppelin, John Bonham e seu Corvette.

Depois ele e Dave falam sobre algumas bandas e seus álbuns (provavelmente sobre os que eles viam nas prateleiras da loja) como Screamadelica do Primal Scream, Behaviour do Pet Shop Boys, a trilha sonora de Rock ‘n’ roll High School, Document do R.E.M., Paris au Printemps do Public Image, Asylum Road do The Perfect Disaster, Don’t Explain de Robert Palmer, Belief do Nitzer Ebb, o “Best Of” da Nitty Gritty Dirt Band, Spine of God do Monster Magnet, Dear 23 do The Posies e Packed! do The Pretenders. Na sequencia Kurt liga seu violão e o chiado emitido pelo amplificador faz Krist lembrar do inicio da musica “I Feel Fine”, dos The Beatles. Krist cantarola o riff inicial de guitarra e é seguido por Dave na bateria. “Baby’s good to me, you know. She buys me diamond rings you know. She says so. Well, I’m in love and I Feel Fine”, canta Novoselic.

O set então segue com o cover do The Vaselines, “Jesus Wants Me For A Sunbeam”, “Been A Son”, “Something In The Way” e “Negative Creep”. Essa ultima, tocada em uma versão semelhante a feita no Sir Henry’s, em Cork, Irlanda, em 20 de agosto de 1991 e em 10 de outubro do mesmo ano, quando o Nirvana tocou no The Empire Concert Club, em Cleveland, Ohio. Nessas datas o inicio da musica foi tocado mais lento que o normal e Kurt Cobain canta em “falsete”. Confira o áudio da apresentação do Nirvana na Northern Lights:

Nirvana na Northern Lights – Fotos

"Boddah"

Fã de Nirvana desde a primeira vez que o peso de "Bleach" entrou por meus ouvidos. Antes de tudo, um curioso insaciável. Pesquiso para aprender, escrevo para compartilhar o que aprendi."A curiosidade matou o gato, mas a satisfação o trouxe de volta!"
Fechar Menu