Nirvana no Marquee – 28 de Setembro de 1991

Nirvana no Marquee – 28 de Setembro de 1991

Na noite do dia 28 de setembro de 1991 rolava um show do Nirvana no Marquee, em New York. O quinto depois do lançamento de Nevermind. Confira:

Marquee

O Marquee fica localizado no nº 289 da 10th Ave com a 27th Street de New York. Depois de sua reabertura em 2003, o clube se voltou mais para a musica eletrônica, apresentando os mais famosos DJs do mundo. Mas no inicio dos anos 90 o rock n’ roll reinava. Só entre 1990 e 1991 passaram por lá bandas como Savatage, Soul Asylum, The Black Crowes, Pantera, Kreator, Biohazard, Fugazi, Bad Religion, Napalm Death, Butthole Surfers, Mudhoney, Primus, Buzzcocks, Pearl Jam, Blur, Meat Puppets, Morbid Angel, Entombed, Bullet Lavolta, L7 e tantos outros…

Nirvana no Marquee - Clube

Com o sucesso instantâneo de Nevermind no final de 1991, o Nirvana entrou para essa lista interminável de artistas que tocaram no clube, no dia 28 de setembro.

Nirvana no Marquee

Na noite do dia 28 de setembro de 1991 o Nirvana fazia seu quinto show depois do lançamento de Nevermind. Isso sem contar a apresentação acústica na Tower Records – oficialmente datada como sendo do dia 28 de setembro (mesmo dia do show no Marquee), mas que provavelmente aconteceu no dia 27. Como ato de abertura tocou a banda de Buzz Osborne, o The Melvins, divulgando seu terceiro álbum, Bullhead.

Quando chegou a vez do Nirvana, o publico foi à loucura. Everett True, que assistia o show ao lado de Kim Deal (The Breeders) conta em seu livro “Nirvana: The Biography”: “Kurt riu durante todo o show. O publico ficava mais e mais louco. No clímax do set, ‘Negative Creep’, Kurt estava sem a guitarra, então mergulhou na multidão onde o levaram triunfantemente para o alto, ainda cantando (com apenas o baixo e bateria de apoio). Ainda soava como se houvesse uma orquestra de guitarras.”

O fotografo Steve Gullick completa: “Fiquei chocado com a boa sonoridade. Normalmente, teria soado vazio sem a guitarra, mas estava incrivelmente completo”. Na verdade, pelo que se ouve do áudio do show, o “clímax” não foi durante “Negative Creep” e sim “Vendetagainst” (também conhecida como “Help Me, I’m Hungry”). A musica foi cantada com uma letra alternativa.

O set completo era “Jesus Wants Me For A Sunbeam”, “Aneurysm”, “Drain You”, “Smells Like Teen Spirit”, “School”, “Floyd The Barber”, “Sliver”, “Breed”, “Polly”, “About A Girl”, “Rape Me”, “Blew”, “Been A Son”, “Negative Creep”, “Endless, Nameless” e “Vendetagainst”. Confira o áudio do show:

Fotos – Nirvana no Marquee

Pós Show – Nirvana no Marquee

Naquela noite depois do show, banda foi para a casa de Amy Finnerty da MTV. A noticia da comemoração se espalhou pela platéia do clube, e  grande parte dela compareceu sem ser convidada. Kurt escapuliu da festa e foi com Amy e Mary Lou Lord, quem quem namorava na época, para um bar do outro lado da rua. De acordo com Cobain, o bar tinha “o melhor jukebox” que ele já tinha visto, embora só tivesse musicas de discoteca. Dito isso, em uma das poucas oportunidades de sua vida, talvez em homenagem ao lançamento de Nevermind, Kurt se levantou e dançou.
Krist e Dave ficaram na festa de Amy Finnerty. Na foto abaixo, eles descansando depois do dia corrido. A foto foi tirada por Steve Eichner::

"Boddah"

Fã de Nirvana desde a primeira vez que o peso de "Bleach" entrou por meus ouvidos. Antes de tudo, um curioso insaciável. Pesquiso para aprender, escrevo para compartilhar o que aprendi."A curiosidade matou o gato, mas a satisfação o trouxe de volta!"
Fechar Menu