Nirvana no The Moon – 26 de Setembro de 1991

Nirvana no The Moon – 26 de Setembro de 1991

Acontecia no dia 26 de setembro de 1991, o show do Nirvana no The Moon, em New Haven, Connecticut. Confira:

O The Moon

Localizado no nº 399 da Whalley Avenue de New Haven, Connecticut, o The Moon foi um clube alternativo/new wave/punk. Um local onde você podia ouvir um pouco da boa musica e dançar se estivesse na cidade. Era um lugar muito pequeno e escuro. Mas não tão imundo quanto o Toad (outro clube de New Haven), mas mais sujo que um bar comum. No The Moon se reuniam muitos adoradores de Robert Smith, garotas bonitas usando seus Docs e os noobs pré-flanela do grunge, prestes a descobrir os sons de Seattle.

Dentre as principais bandas que tocaram no extinto The Moon em sua época de ouro estão Bullet Lavolta, Biohazard, The Exploited, Type O Negative, The Melvins, The Smashing Pumpkins e Nirvana.

The Moon

Desde 2002 a propriedade onde estava localizado o The Moon pertence a administradora de imóveis Mandy Management. No local agora existe uma farmácia chamada Whalley Drug.

Nirvana no The Moon – 26 de Setembro de 1991

Na quinta-feira, 26 de setembro de 1991 o Nirvana tocaria pela primeira e única vez na cidade de New Heaven. Também foi a única vez no estado de Connecticut. Como bandas de abertura, tocaram Hed e The Melvins. Um ano antes era o Nirvana que abria os shows da banda de Buzz Osborne. O sucesso de Nevermind estava aumentando a cada dia e ele havia sido lançado há apenas dois dias.
Nirvana no The Moon foto

O show do Nirvana no The Moon foi cru. O setlist contém algumas boas raridades. Apenas 5 das 18 músicas tocadas naquela noite faziam parte do álbum que a banda estava divulgando, Nevermind. O som é excelente, mesmo não sendo nem uma gravação da mesa de som, parece uma gravação profissional.

No início do show, um trecho de “Dazed And Confused” do Led Zeppelin foi tocado. Já nas primeiras musicas a guitarra de Kurt começa a dar problemas. A segunda canção, “Here She Comes Now”, foi estendida por causa desses problemas.

Durante “Blew”, Kurt teve problemas com sua guitarra novamente – o que aconteceu a noite toda. Quando o problema foi temporariamente resolvido, eles tocaram “Blew” do inicio novamente.

O set completo no The Moon era “Jesus Wants Me For A Sunbeam”, “Here She Comes Now”, “D-7”, “Aneurysm”, “Drain You”, “School”, “Floyd The Barber”, “About A Girl”, “Love Buzz”, “Smells Like Teen Spirit”, “Breed”, “Polly”, “Spank Thru”, “Sliver”, “Blew”, “Been A Son”, “Negative Creep”, “Endless, Nameless”.

Mesmo tocando apenas nessa ocasião em New Haven, a banda já tinha alguns fãs por lá. Alguns até pediam musicas. Como o cara que grita “Spank Thru”. Outro fala repetidas vezes; “Donkey Show”. Essa era uma maneira que a banda agradecia aos fãs desde a tour de 1989 pela Europa. “Donkey Show” era pra ser um “Thanks a lot” (Muito obrigado) em alemão. Na verdade se diz “Danke schön!”, mas agradeciam a própria maneira.

"Boddah"

Fã de Nirvana desde a primeira vez que o peso de "Bleach" entrou por meus ouvidos. Antes de tudo, um curioso insaciável. Pesquiso para aprender, escrevo para compartilhar o que aprendi."A curiosidade matou o gato, mas a satisfação o trouxe de volta!"
Fechar Menu