Pat Smear – Conheça a estranha origem do nome

Pat Smear – Conheça a estranha origem do nome

Como todos já sabemos, Pat Smear foi o segundo guitarrista do Nirvana nos últimos meses da banda. Ele se apresentou pela primeira vez no Saturday Night Live em 25 de Setembro de 1993. Provavelmente a apresentação mais lembrada de Pat com a banda seja no MTV Unplugged In New York, em 18 de Novembro daquele ano. Depois disso ele continuou com o Nirvana até o ultimo show no Terminal 1, em Munich, Alemanha (01 de Março de 1994).

Pat Smear nasceu em Los Angeles, em 5 de Agosto de 1959, mas o nome que recebeu de seus pais foi na verdade Georg Albert Ruthenberg. Foi quando ainda estava no ensino médio que Georg adotou o nome artístico. Há quem diga que tenha sido durante uma aula onde o assunto era o teste de Papanicolau. Outros dizem que foi depois de ler um panfleto de um ginecologista e obstetra.

Mas pra que um pseudônimo?

Até onde sei, Georg e o amigo de colégio, Jan Paul Beahm, resolveram montar uma banda depois de serem expulsos do IPS (Inovative Program School), da University High School de Los Angeles, em 1976. Usuários frequentes de LSD na época, Beahm e Ruthenberg foram acusados ​​de fazer lavagem cerebral nos outros estudantes e fazer com que eles se comportassem “subversivamente”.
Quando montaram a banda, inspirada pela estética de grupos pré-punk como The Runaways e The Stooges, os dois adotaram os pseudônimos, Pat Smear e Darby Crash. Assim também fizeram outros integrantes; Diana Grant (“Dinky”), Terri Ryan (“Lorna Doom”), Belinda Carlisle (“Dottie Danger”) e Becky Barton (“Donna Rhia”). A banda em questão era o “Sophistifuck and the Revlon Spam Queens”, rebatizado de The Germs porque não tinham dinheiro suficiente para colocar um nome tão grande em uma camiseta.

The Germs (1979): Lorna Doom, Pat Smear, Darby Crash e Don Bolles

O teste para a prevenção ao câncer do colo do útero, que traz a identidade de seu idealizador, o médico grego Geórgios Nikoláou Papanikoláou, é também conhecido nos Estados Unidos como “Pap Smear”. “Pap” é a abreviação de “Papanicolau” e “Smear” é “Esfregaço” (técnica usada para examinar em um microscópico o material coletado do colo uterino).
Pat disse que era a coisa mais nojenta da qual já tinha ouvido falar mas, provavelmente por seu gosto “peculiar”, modificou o nome do teste de “Pap Smear” para “Pat Smear” e adotou como seu nome artístico.

Ilustração do
teste de Papanicolau

"Boddah"

Fã de Nirvana desde a primeira vez que o peso de "Bleach" entrou por meus ouvidos. Antes de tudo, um curioso insaciável. Pesquiso para aprender, escrevo para compartilhar o que aprendi."A curiosidade matou o gato, mas a satisfação o trouxe de volta!"
Fechar Menu